segunda-feira, 21 de setembro de 2020

QUE LUGAR É ESSE?

 

 QUE LUGAR É ESSE?

 

Não há sexo nem traição

Inveja ou falsidade

Mentira nem indecencia

Status ou crueldade

Exploração infantil ou trabalho escravo

Mortes ou imoralidades


Lá não tem sofrimento

Muito menos solidão

Nada corre perigo

Não existe ladrão

Não há disputa de genero

Nem gang nem facção

 

Não entra musica nem dança

Muito menos diversão

Não existe fantasia

Nem sonhos ou ficção

Não há luzes coloridas 

Nem sobras ou escuridão


Muito longe da intolerancia

Da inprudência da falsidade

Longe do desespero

Da raiva da crueldade

Lá só impera a lei do amor

Benevolência e a verdade


Que lugar é esse?

Que só há pedras preciosas

Tem anjos nos quatro cantos

Melodias maravilhosas

É o CÉU tão desejado

Para pessoas que só Deus aprova

 

Pois muitos são chamados 

E poucos são escolhidos

Difícil é passar na prova 

Tudo nela tem que ser vivido

Falar desse lugar é facil

Jesus está voltando meu amigo!

blog do moaci literatura de cordel

 

 



 



sexta-feira, 20 de março de 2020

Do que o Diabo sobrevive



Do que o Diabo sobrevive

Da raiva
Da ignorância
Do preconceito
Da exuberância
Da blasfêmia
Do oportunismo
Da arrogância


Da imoralidade
Da xenofobia
Da falta de caráter
Da hipocrisia
Do desrespeito
Da idolatria


Da impunidade
Da imprudência
Do desacato
Da inconsequência
Do descontrole
E da doença


Da falta de fé
Da humilhação
Do charlatanismo
Da falta de perdão
Da ausência de Deus
No coração


blog do moaci literatura de cordel

domingo, 15 de março de 2020

O que seria de mim?


O que seria de mim?

Comida sem sal
Arroz sem feijão
Fogão sem gás
Amor sem coração
Boca sem beijo
Viver na solidão


Estrada sem caminho
Rua sem asfalto
Celular sem bateria
Viver no anonimato
Perfume sem cheiro
Sonhar voando baixo


Escola sem aluno
Igreja sem pastor
Futebol sem torcida
Sexo sem amor
Doente sem remédio
Hospital sem Doutor


Vida sem sentido
Opinião inválida
Objetivo sem rumo
Viver sem fazer nada
Ser preso sem motivo
Rua sem calçada


Religião sem Deus
Política sem autoridade
Futebol sem time
Nunca sentir saudade
Sem inferno nem céu
O que eu seria de verdade?


Blog do moaci literatura de cordel

sábado, 7 de março de 2020

O que falar das mulheres!




O que falar das mulheres!


Mulher criação divina
Criada com muito amor
Após um sono profundo
Pelas mãos do criador
Enquanto o homem dormia
Assim tudo se elucidou


A mulher nunca foi enganada
Astuta por natureza
Até a serpente se encantou
Quando viu tanta beleza
Lá no jardim do Edem
Houve um momento de fraqueza


Com a primeira desobediência
Tudo então se transformou
Sua beleza agora desnuda
Um homem por ela se apaixonou
Teve que usar folhas para cobrir a vergonha
Lá onde tudo começou


Hoje o quer falar das mulheres
Em cada espaço uma encontramos
Em cada profissão por direito
Elas estão trabalhando
Lutaram a ferro e fogo
A cada dia mais conquistando


Parabéns mulheres guerreiras
Do Oiapoque ao Chuí
Em especial as nordestinas
Terra do poeta Moaci
Eu ainda no anonimato
Mas foi lá que eu nasci


blog do moaci literatura de cordel

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Quando a idade chega!




Quando a idade chega!


Os olhos viram quatro
As pernas se tornam três
As horas parecem dias
Um dia parece um mês


As dores nunca acabam
Remédios se tornam Deus
As mãos faltam dedos
As pernas te dão adeus


Seu corpo sente saudades
Do tempo que tudo podia
As lembranças são perdidas
Só há noite não tem dia


Os amigos já se foram
Festas não existe mais
Roupa nova vira museu
Tudo ficou para trás


Quando a idade chega
Deus é nosso único amigo
Quem cuida não tem amor
Parece até um castigo


Feliz é quem vive muito
Com saúde e muita beleza
Mas infelizmente um dia
A quela velha idade ,CHEGA!

sábado, 16 de novembro de 2019

O diferente


O diferente


O diferente choca
Da medo é repulsivo
Envergonha provoca
É fora do que é vivido


O diferente chateia
E negado é desprezível
Destrói é preconceituoso
Te deixa fora do juízo


Ser diferente não é fácil
É difícil de acostumar
Você nunca estará preparado
O diferente não vai acabar


A sociedade te repudia
Nunca estará preparada
O diferente sempre presente
E você não pode fazer nada


Mais o que esperar
O diferente sempre está presente
Seja você a diferença
Trate-o como gente


Ser diferente é normal
O normal não é diferente
Diferente é você querer mudar
Quem tem uma mente doente

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

A vida e a morte



A vida e a morte

A vida veio primeiro
Em seguida veio a morte
A vida chega fraca
A morte chega mais forte
Uma e oposta da outra
Viver contraria a morte


A morte não traz a vida
A vida atrai a morte
Quem vive muito sabe
Teve excesso de sorte
Quem tem saúde de ferro
Costuma retardar a morte


A vida nos e dada
A morte e inesperada
Ninguém espera a morte
A vida e sempre esperada
A cada dia nasce uma vida
A cada hora a vida e ceifada


Vida e morte nasce juntas
Uma alegra a outra entristece
A vida vive pedido socorro
A morte sempre obedece
No final das contas e certo
A morte e quem prevalece


Mais só existe uma pessoa
Morreu e ser tornou forte
Ressuscitou no terceiro dia
Nunca contou com a sorte
Pois quem vive em Cristo
Não tem medo da Morte.

sábado, 11 de maio de 2019

Juízo Final



Juízo Final


A vida nos proporciona
Muita alegrias e emoções
Já a natureza com certeza
Jamais aceitaria encontro com leões e cães


Eis uma bela montagem
Eu aqui fico a pensar
Como leão e cão
Um dia acontecerá

Na bíblia sagrada pra quem acredita
Um dia o criador da terra e mar
Irá destruir tudo que existe
E tudo novamente se renovará

Homens e animais terão paz
irão viver juntos em harmonia
Cão e leão andando juntos
Sem diferenças só alegria

A fé é a mola que nos move
Levando para qualquer lugar
Inferno guerras não existirá mais
Apenas a paz ,o céu que estaremos lá

segunda-feira, 22 de abril de 2019

O que havia antes do homem


O que havia antes do homem

Antes existia o caos
Veio o homem e tudo organizou
A igreja era a dona da verdade
A ciência muita tese derrubou
As guerras eram sagradas
Hoje matam pra tocar o terror


Antes palavra tinha respeito
Hoje só vale o papel
Quem tinha dinheiro tudo podia
Pobre ia para o inferno
Rico ia direto ao céu
Salvação era vendida na terra
Acreditavam em papai Noel

Hoje não existe mais a verdade
Tudo é banalizado
A mulher perfeita é a da TV
O homem aos 12 anos já é viciado
Tudo está quase perdido
Nada é mais abençoado

Já não sabe hoje em dia
O que Deus criou primeiro
Valor so existe um
O tal do famoso dinheiro
Mais a algo abençoado
Poeta consagrado é o Manoel Monteiro

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Fila pra tudo


Fila pra tudo


Fila no supermercado
Fila na hora de votar
Fila no caixa do banco
Fila pra urinar


Fila no INSS
Fila pra aposentar
Fila na porta do cinema
Fila na porta do Bar

Fila no refeitório
Fila no armazém
Se você não gosta de fila
Tem fila pra entrar no trem

Fila na hora da merenda
Fila no dia do ENEM
Fila pra entrar no concurso
Será que pra entrar no inferno tem?

Fila no cemitério
Fila grande no quartel
E tanta fila nessa vida
Mais acho que não tem fila no céu

Fila a toda hora
Fila pra quem chega primeiro
Mais fila pra ser poeta não tem
O consagrado e só o Manoel Monteiro